sábado, 5 de abril de 2014

Aleluia! Giz pastel!

 Olá artistas e arteiros!


Eu com meus dedos sujos de giz pastel dando um tchau para vocês! 

Cumprindo minha promessa estou aqui para falar, finalmente sobre giz pastel! Aleluia! 
Vou fazer a resenha do giz pastel que tenho em um próximo post, senão o texto iria ficar um pergaminho tá pessoal?

Antes que alguém pergunte, chama-se pastel, mas não é de comer (piada infame de artistas,rs) ! É um material super versátil e que tem efeitos comparados à tinta a óleo. Foi usado por Leonardo da Vinci, mas quem o fez se destacar foi Edgar Degas, impressionista famoso por suas bailarinas.


Degas, Edgar. Duas dançarinas entrando no palco. 1877-1878. Giz pastel.



Tipos de giz pastel


Pastel oleoso- a meu ver, parece um giz de cera mole, só que bem mais pigmentado.Fixa-se facilmente na folha de papel e é difícil espalhá-lo na folha. Sinceridade, eu detesto ele! Detesto ficar esfregando com força meu dedo ou um algodão para conseguir esfumaça-lo. Alguns usam o pincel para esfumaçar.


Pastel Soft - Este é o mais macio e mais fácil de espalhar,  é o meu queridinho! Ele se parece com aquele giz de lousa, a diferença é o pigmento, infinitas vezes melhor.Normalmente é encontrado em formato de bastão redondo (igual ao meu), sendo indicado para cobrir grandes áreas de cor (é uma beleza para fazer céu e paisagens, por exemplo).
Tanto ele como o pastel carré  possuem um problema, quando friccionados na folha ou em uma tela viram um pó que faz uma sujeira só. Então cuidado ao manusear e depois do trabalho pronto passe um fixador (ou spray de cabelo, já falei sobre isso aqui).

Pastel Carré - Este é menos macio que o pastel soft, proporcionando um traço mais firme e facilitando na hora de fazer alguns detalhes. Este pode ser encontrado em forma de bastão retangular. Só que isso vai depender da marca. Já encontrei giz pastel retangular que era soft.

Lápis pastel - Tem a mesma forma de um lápis normal, feito de madeira, mas a diferença é que dentro a mina é composta de giz. Este giz é mais duro(praticamente um carré) e é usado para fazer pequenos detalhes mais precisos. Normalmente são encontrados com uma gama de cores menor. 


O que você recomenda?

Sinceridade, giz pastel seco é maravilhoso porém é caro que dói. Se você for comprar as cores individualmente os preços estão na média de R$5,00. Para começar recomendo que vocês comprem o giz pastel seco soft, na caixa de 24 cores, no mínimo. Comprando o conjunto sai mais barato. Se tiver dinheiro invista no lápis pastel também. Ele é quase a mesma coisa que o giz pastel carré e tem a vantagem de ser mais fácil de segurar e aplicar em detalhes.

Quais papéis utilizar?


Giz pastel seco precisa de um papel resistente, porém não tão macio. Meu último desenho tentei fazer no verso do papel de aquarela que tinha aqui, mas foi uma catástrofe. O papel começou a esfarelar, para o meu panico. Recomendo um papel vergê ou mi-teintes. 


 Só para vocês sentirem o gostinho, este é um detalhe do meu último desenho, onde usei giz pastel soft e lápis pastel.




Próximo post então será a resenha sobre meu giz pastel e de quebra vou mostrar um pouco do meu último retrato para vocês! Aguardem!

Até mais pessoal!



8 comentários:

  1. Sempre tive dúvidas com giz pastel. Valeram muito as dicas, Josi!!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Imagine Angélica, que bom poder ajudar! É muita confusão mesmo viu,rs. Fico feliz que tenha sido útil. :D

      Excluir
    2. estou adorando esse blog Josi...

      Excluir
    3. Que bom Katia! Fico super feliz. Ah, não esqueci sua sugestão, é falta de tempo mesmo,rs.

      Excluir
  2. Respostas
    1. Obrigada pela visita Lucia Nelly, volte sempre por vou colocar mais dicas! :D

      Excluir
  3. O giz pastel seco serve para usar em lousa para fazer aqueles chalkboard?

    ResponderExcluir