segunda-feira, 22 de julho de 2013

Criando um personagem.



Estava lembrando estes dias de como é difícil criar um personagem e de como meus alunos possuem esta dificuldade. No teatro, por exemplo, acham que interpretar é simplesmente decorar um texto e falar na hora da apresentação.

Em primeiro lugar temos que pensar que um personagem tem vida, e se ele está vivo (ou viveu um dia) tem uma história e precisamos entender esta história para construi-lo.
Em segundo lugar o ator, o desenhista da história em quadrinhos, o ilustrador, o bailarino, etc, tem que pesquisar o contexto da vida do personagem, a época em que ele viveu ou, se estiver em um "planeta" novo ver as características deste lugar e como influenciam em seu jeito de falar, de se vestir, etc.

Para ajudar criei uma entrevista baseada em textos de alguns autores de teoria teatral como os jogos de Viola Spolin. Espero que ajude vocês também!

É um jogo onde você vai imaginar seu personagem em um programa de entrevista:

1) Como ele entraria neste programa? Sua postura seria tímida, intimadora, extrovertida? Crie este caminhar.

2) Como ele (ou ela) se sentaria na cadeira? Como a roupa poderia influenciar nisto?

3) Agora de fato começa a entrevista! Como seu personagem responderia a estas perguntas:
a) Qual o seu nome completo?

b) Você gosta do seu nome? Tem apelido (qual a origem dele)?

c) Como é o lugar que você vive? Você gosta dele? Descreva o que você gosta e o que não gosta.

d) Se você ganhasse um vale viagem de uma semana, qual destino escolheria?

e)  Qual pessoa você admira? Por quê?

f) Qual o seu prato favorito?

g) O que deixa você furioso (a)?

h) Qual pessoa você mais ama no mundo?

i) Deixe uma mensagem final aos nossos telespectadores? (Clásssiiiicaaaa,kkkk)

É um exercício relativamente simples, talvez você tenha que pesquisar e principalmente usar muitoooo a sua criatividade. Acho legal este jogo porque em um teatro, por exemplo, seja necessário você improvisar. Se você souber as características do seu personagem e tiver bem mais elas bem claras fica bem mais fácil e verossímil.

Agora  quem gosta de artes visuais e de teatro também pode desenhar os personagens, assim como eu fiz com o Cupido ou neste desenho meu colorido usando Photoshop, para o cartaz do teatro "O fantástico mistério de Feiurinha", de Pedro Bandeira. Alguns personagens foram fáceis de criar, outros tive que usar muito a minha imaginação. Sofri muito para mudar as cores dos contornos no programa e para deixar as sombras como queria.

Espero que tenha ajudado! Até a próxima pessoal!



 

Nenhum comentário:

Postar um comentário